Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/1881
Título: Imigração em Portugal : desafios para o movimento sindical em contexto de flexibilização do trabalho e do emprego
Autor: Kolarova, Marina
Palavras-chave: sindicatos
imigração
flexibilização do emprego
trade unions
immigration
flexibilization of labour
Data: 2009
Editora: ISEG - SOCIUS
Citação: Kolarova, Marina. 2009. "Imigração em Portugal : desafios para o movimento sindical em contexto de flexibilização do trabalho e do emprego". Instituto Superior de Economia e Gestão – SOCIUS Working papers nº 7/2009
Relatório da Série N.º: SOCIUS Working papers;7/2009
Resumo: Num contexto de desregulamentação do mercado de trabalho, ligada à crescente flexibilização e precarização das relações de trabalho, de persistência da economia informal, particularmente nos sectores de maior incidência de trabalhadores imigrantes, a problemática da imigração levanta novos desafios para o movimento sindical. O sobrevalorizado papel do Estado assumido na regulação das migrações, na criação das políticas de imigração e na regulamentação do trabalho dos imigrantes; a crescente institucionalização do diálogo social, através dos vários organismos que foram criados (CICDR, COCAI) e que contam com a participação dos sindicatos; e a descredibilização dos sindicatos e das suas lutas, inclusive dentro do próprio movimento sindical, são factores que contribuem para a pouca discussão do tema. Este texto, baseado em grande parte em entrevistas semi-directivas a dirigentes sindicais e de associações de imigrantes, examina dois grupos de questões: 1. Qual é o papel dos sindicatos, enquanto voz dos trabalhadores imigrantes, que mudanças existem nas suas atitudes face à imigração? Quais as condições de trabalho dos imigrantes, os principais problemas relacionados com o seu trabalho e as principais dificuldades do movimento sindical na representação desta população? Qual é a posição dos imigrantes, relativamente aos sindicatos, na opinião dos entrevistados?. 2. Existe uma relação privilegiada entre as formas flexíveis de trabalho e a imigração? Quais são as consequências para o trabalho, qual é a posição dos sindicatos?
Descrição: O texto foi apresentado no X Congresso Luso-Afro-Brasileiro, Braga, em Fevereiro de 2009.
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/1881
Versão do Editor: http://pascal.iseg.utl.pt/~socius/publicacoes/wp/WP_7_2009.pdf
Aparece nas colecções:SOCIUS - Documentos de Trabalho / SOCIUS - Working Papers

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
WP_7_2009.pdf227,06 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.