Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/1659
Título: Estudo da dinâmica da vegetação após incêndio. O caso do Parque Natural de Sintra-Cascais após o grande incêndio de Agosto de 2000
Outros títulos: Study of vegetation dynamics in response to fire. The case of Sintra-Cascais Natural Park after the great fire of August 2000
Autor: Guimarães, Ana Margarida Balsa Machado
Orientador: Rego, Francisco Castro
Espírito Santo, Maria Dalila
Palavras-chave: post-fire vegetation dynamics
fitossociological method
transition matrices
biodiversity evaluation
Parque Natural de Sintra-Cascais
Data de Defesa: 2009
Resumo: Os incêndios, cada vez mais frequentes, são uma das muitas causas de destruição da vegetação natural, ameaçando hipoteticamente a sua capacidade regenerativa. Este trabalho estuda a dinâmica da vegetação após incêndio, no caso particular do Parque Natural de Sintra- Cascais (PNSC), após o grande incêndio de Agosto de 2000. Os objectivos são: avaliar o efeito dos incêndios, particularmente do incêndio de 2000, na capacidade de regeneração da vegetação natural do PNSC; estudar a dinâmica da vegetação em resposta ao incêndio de 2000; desenvolver uma metodologia aplicável ao estudo da dinâmica da vegetação após incêndio. A metodologia baseia-se no método fitossociológico de recolha de dados através de observações repetidas para um mesmo local ao longo do tempo, posteriormente tratados por análise de correspondências canónicas, matrizes de transição e métricas de avaliação da biodiversidade. Conclui-se que o aumento da frequência dos incêndios afecta negativamente as formações vegetais dos solos siliciosos, podendo, a longo prazo, vir a afectar as dos solos calcários. A metodologia aplicada é mais eficaz na explicação da dinâmica da vegetação nos solos siliciosos, em função das variáveis ambientais, do que nos calcários, aparentemente mais dependentes da sua estrutura florística. Esta metodologia é aplicável a situações idênticas de regeneração após incêndio. - ABSTRACT - The increasing frequency on fires is one of the many causes for the destruction of the natural vegetation, hypothetically threatening its regenerative ability. This thesis studies the postfire vegetation dynamics, in the case study of Natural Park of Sintra-Cascais (PNSC), after the great fire of August 2000. The main goals are: evaluation of fire effects, especially of the 2000 fire, on the natural vegetation of PNSC regeneration ability; to study vegetation dynamics in response to the 2000 fire; develop a method to study post-fire vegetation dynamics. This method is based on the fitossociological one of collecting data throughout time repeated observations on the same spot. These data are treated by canonical correspondence analysis, transition matrices and metrics of biodiversity evaluation. It is concluded that the increasing frequency of fires affects negatively natural vegetation in sand soils and may become to affect those of limestone soils in long term. The method used showed to be more effective on the explanation of sand soils vegetation dynamics, in relation to environmental variables, than on those of limestone soils, apparently more dependent on its own floristic structure. This method can be use to study similar situations of post-fire vegetation dynamics.
Descrição: Mestrado em Gestão de Recursos Naturais - Instituto Superior de Agronomia
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/1659
Aparece nas colecções:BISA - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Relatorio.pdf49,45 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.