Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/1649
Título: Sociedade vs. mercado : notas sobre o pensamento económico de Karl Polanyi
Autor: Machado, Nuno Miguel Cardoso
Orientador: Graça, João Carlos
Palavras-chave: substantivismo
formalismo
reciprocidade
redistribuição
mercado
(dis)embeddedness
substantivism
formalism
reciprocity
redistribution
market
(dis)embeddedness
Data de Defesa: 14-Dez-2009
Editora: Instituto Superior de Economia e Gestão
Citação: Machado, Nuno Miguel Cardoso. 2009. "Sociedade vs. mercado : notas sobre o pensamento económico de Karl Polanyi". Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa. Instituto Superior de Economia e Gestão.
Resumo: Karl Polanyi é normalmente associado quase em exclusivo à Grande Transformação. Embora seja a sua magnum opus, é nossa convicção que há mais Polanyi para além d' A Grande Transformação, pelo que iremos tratá-la, mas inserindo-a no universo do pensamento Polanyiano. Neste sentido, pretendemos elaborar com a tese uma análise alargada e integrada do (vasto) edifício conceptual e teórico construído por Polanyi, articulando-o num todo coerente e detalhado. Tratando-se de um autor cujo programa de investigação é, por excelência, multidisciplinar, pretendemos realçar as suas contribuições para a história, antropologia, economia e ciências sociais, em particular para a sociologia económica. Tratar-se-á de um estudo teórico de cariz fundamentalmente descritivo e analítico, que pretende, em primeira instância, analisar as ideias do próprio Karl Polanyi e, em segundo lugar, realçar as influências que produziu sobre alguns autores nos mais variados campos das ciências sociais. Pensamos que o nosso trabalho constituirá uma reflexão útil e plena de contemporaneidade, na medida em que as discussões em torno do papel do mercado mantêm toda a sua relevância numa realidade marcada por um capitalismo cada vez mais globalizado. Acresce que Polanyi tem recebido, em Portugal, um tratamento que se poderá qualificar como amplamente marginal. Assim, começaremos por efectuar, no ponto 1.3, uma breve nota biográfica, inserindo o autor no contexto social e intelectual da sua época. No segundo capítulo abordaremos as questões conceptuais e metodológicas que norteiam o pensamento de Polanyi, realçando particularmente a distinção entre economia no sentido substantivo e economia no sentido formal, as críticas efectuadas ao paradigma formalista ("economistic fallacy") e inserindo Polanyi no "Grande Debate" entre substantivistas e formalistas. No terceiro capítulo analisaremos as três formas de integração mediante as quais a economia, enquanto processo instituído, adquire unidade e estabilidade: reciprocidade, redistribuição e troca mercantil (exchange). Salientaremos ainda algumas aplicações empíricas do quadro de análise constituído por tais conceitos, nomeadamente no âmbito dos estudos desenvolvidos por Polanyi em Dahomey and the Slave Trade. Finalmente, no quarto capítulo, concretizaremos o quadro conceptual e metodológico preconizado por Polanyi na sua aplicação mais conhecida: A Grande Transformação. Deste modo, analisaremos o processo, respectivamente, de nascimento, ascensão, apogeu e posterior declínio da economia capitalista de mercado. Refira-se ainda que efectuamos, no Anexo A, uma breve digressão acerca da relação que se estabelece entre Polanyi e a Nova Sociologia Económica, tratando mais detalhadamente o conceito de (dis)embeddedness.
Karl Polanyi is usually associated almost exclusively to The Great Transformation. Even though it's his magnum opus, we believe there's more Polanyi beyond The Great Transformation, so that we will treat this work, but draw close attention to the place it occupies in the universe of polanyian thought. Thus, we propose with this dissertation to elaborate a comprehensive and integrated analysis of the (vast) conceptual and theoretical framework built by Polanyi. Being in presence of an author whose program of research is, par excellence, multidisciplinary, we intend also to emphasize his important contributions to the fields of history, anthropology, economics and social sciences, namely to economic sociology. This will be a theoretical study, essentially descriptive and analytical, which intends, in first place, to deal with the ideas of Karl Polanyi himself and, secondly, emphasize the influences that his work produced in some authors from the most diverse fields of social sciences. We think our work will constitute a useful and contemporary reflection since the discussions around the role of the market maintain all its relevance in a reality characterized by a capitalism ever more globalized. Also, we must not overlook the fact that Polanyi and his work have been amply marginalized by the main discourse within Portuguese academy. Thus, we will start by doing, in point 1.3, a brief biographical sketch, placing the author in the social and intellectual context of his times. In the second chapter we will deal with the conceptual and methodological issues that underlie the thought of Karl Polanyi, stressing particularly the distinction between the substantive and formal meanings of economic, the criticisms pointed at the formalist paradigm ("economistic fallacy") and placing Polanyi in the "Great Debate" between formalists and substantivists. In the third chapter we will analyze the three forms of integration by which the economy, as an instituted process, acquires unity and stability: reciprocity, redistribution and (market) exchange. We will also stress some empirical applications of the framework represented by those concepts, namely in the course of the studies developed by Polanyi in Dahomey and the Slave Trade. Finally, in the fourth chapter, we will substantiate the conceptual and methodological framework proposed by Polanyi in its better known application: The Great Transformation. In this sense, we will analyze, respectively, the process of birth, rise, apogee and posterior decline of the capitalist market economy. Let us still draw the attention of the reader to Annex A, in which we elaborate a brief digression about the relation between Polanyi and the New Economic Sociology, treating in a more detailed matter the concept of dis(embeddedness).
Descrição: Mestrado em Sociologia Económica e das Organizações
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/1649
Aparece nas colecções:BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis
DCS - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
tese - versão final.pdf2,11 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.