Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/14070
Título: Defeitos epiteliais corneais espontâneos crónicos em cães : estudo retrospetivo de 42 casos
Autor: Brás, Ana Cláudia da Silva
Orientador: Magno, Diogo Nuno Alves Costa
Costa, Esmeralda Sofia da
Palavras-chave: Defeito epitelial corneal espontâneo crónico canino
ponta de diamante
lente de contacto terapêutica
Canine spontaneous chronic corneal epithelial defects
diamond burr
contact lens
Data de Defesa: 31-Jul-2017
Editora: Universidade de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária
Citação: Brás, A.C.S. (2017). Defeitos epiteliais corneais espontâneos crónicos em cães : estudo retrospetivo de 42 casos. Dissertação de mestrado. Universidade de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Resumo: Objetivo: Realizar um estudo retrospetivo sobre defeitos epiteliais corneais espontâneos crónicos (SCCEDs) em cães. Métodos: Foram incluídos no estudo pacientes com SCCED e sem história de doença corneal diagnosticados no HVR (2014-2017). Foi analisada a raça, sexo, olho afetado, duração dos sinais clínicos, tratamento com recurso a ponta de diamante (DBD), com ou sem colocação adicional de lente de contacto e a existência de doença endócrina ou cutânea concomitante e o uso prévio de corticosteróides ou imunomoduladores. Resultados: Um total de 42 olhos preenchia os critérios de inclusão. Correspondiam a 23 fêmeas e 19 machos de 16 raças de cães diferentes, sendo a mais comum Bulldog Francês (23,8%), seguido de cães sem raça definida (19,0%) e Boxer (16,8%). A idade média foi de 9,0 ± 3,36 anos, variando entre 2-17 anos. Dos 42 casos, 4 eram bilaterais e 38 unilaterais. A duração média dos sinais clínicos foi de 4,0 ± 7,6 semanas, variando entre 1-44 semanas. Dos 42 casos, 32 foram tratados apenas com DBD e 10 com a colocação adicional de uma lente de contacto. Em 10 casos os animais tinham dermatite atópica, em 3 hipotiroidismo e em 2 diabetes mellitus. Dos 10 casos em que o animal tinha dermatite atópica, 3 tinham sido previamente tratados com corticosteróides ou imunomoduladores. Não se verificou uma diferença significativa nos tempos de resolução dos SCCED com e sem lente de contacto adicional (Kaplan-Meier; p=0,581). Conclusões: A raça mais representada foi o Bulldog Francês, e não o Boxer, o que se pode dever à sua popularidade crescente no nosso país. A técnica de DBD foi eficaz para solucionar o problema. Neste estudo não foi encontrado um menor tempo de resolução da úlcera de córnea nos animais em que se recorreu ao uso adicional de uma lente de contacto.
ABSTRACT - SPONTANEOUS CHRONIC CORNEAL EPITHELIAL DEFECTS IN DOGS: A RETROSPECTIVE STUDY OF 42 CASES - Purpose: A retrospective study of dogs with spontaneous chronic corneal epithelial defects (SCCEDs) was performed. Methods: Patients with a diagnosis of SCCED with no history of concurrent corneal disease from HVR (2014-2017) were eligible for inclusion. Animal breed, age, sex, affected eye, duration of clinical signs, treatment with diamond burr debridement (DBD) alone or plus contact lens and concomitant endocrine or skin diseases and the previous use of corticosteroids or immunomodulators were analysed. Results: A total of 42 eyes met the inclusion criteria. They corresponded to 23 females and 19 males of 16 different dog breeds, the most common being French Bulldog (23,8%), followed by Mongrel (19,0%) and Boxer (16,8%). The mean age was 9,0 ± 3,36 years old, ranging between 2-17 years old. Of the 42 cases, 4 were bilateral and 38 unilateral. The mean duration of clinical signs was 4,0 ± 7,6 weeks, ranging from 1-44 weeks. Of the 42 cases, 32 were treated with DBD alone and 10 plus a contact lens. In 10 cases the dog had atopic dermatitis, in 3 hypothyroidism and in 2 diabetes mellitus. Of the 10 cases of animals with atopic dermatitis, 3 previously used corticosteroids or immunomodulators. There was not a statistical significant difference between healing times of SCCEDs with or without contact lens (Kaplan-Meier; p=0,581). Conclusions: French Bulldog was the most represented breed instead of Boxer, which might be due to its increased popularity in Portugal. DBD demonstrated to be a good technique for the resolution of this disease. This study found no improvement on healing time with the additional use of a contact lens.
Descrição: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/14070
Aparece nas colecções:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Defeitos epiteliais corneais espontâneos crónicos em cães_estudo retrospetivo de 42 casos.pdf1,92 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.