Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/1262
Título: Preditores psicossociais, exercício físico e sucesso num programa de controlo do peso
Autor: Palmeira, António João Labisa da Silva
Orientador: Teixeira, Pedro Jorge do Amaral e Melo
Palavras-chave: Actividade física
Controlo do peso
Mulheres
Preditores psicossociais
Data de Defesa: 17-Jul-2009
Resumo: O presente trabalho teve como objectivo analisar varáveis psicossociais e associadas ao exercício como preditoras de sucesso num programa comportamental de tratamento do excesso de peso e obesidade. Para tal, realizaram-se 4 estudos com base no Programa PESO (Promoção do Exercício na Saúde e Obesidade), uma intervenção de longo prazo em mulheres pré-menopáusicas com excesso de peso ou obesidade. No estudo I o objectivo foi analisado sob a perspectiva dos paradigmas sócio-cognitivos de modificação comportamental. No estudo II avaliou-se prospectivamente as associações entre as alterações a curto prazo na imagem corporal, qualidade de vida e bem-estar subjectivo e as alterações no peso a curto e a longo prazo. O estudo III analisou as associações entre estas variáveis e a prática regular de exercício físico. O estudo IV aferiu se as alterações no peso e nas variáveis de imagem corporal, qualidade de vida, bem-estar subjectivo se influenciavam reciprocamente, num papel duplo de mediador e resultado, proporcionador do sucesso no programa. Efectuaram-se ainda trabalhos complementares que suportaram a produção dos estudos principais. Os principais resultados revelaram que: a) a auto-eficácia e a imagem corporal são variáveis essenciais para a compreensão dos processos de perda do peso; b) existem efeitos recíprocos entre as alterações no peso e na imagem corporal; c) os resultados no peso são pressagiados por alterações a curto prazo na auto-estima e perturbação emocional (bem como na imagem corporal); e d) a actividade física regular está associada aos melhores resultados no peso, na qualidade de vida e no bem-estar subjectivo. Os estudos permitem concluir que os tratamentos comportamentais para a obesidade devem incluir conteúdos que promovam a auto-eficácia e a auto-estima e melhorem a imagem corporal e vivência emocional, bem como contemplar avaliações regulares destas variáveis. Por último, a inclusão da actividade física e exercício regular nestes programas pode e deve ser considerada um elemento potenciador das melhorias destas variáveis. Por último, a inclusão da actividade física e exercício regular nestes programas pode e deve ser considerada um elemento potenciador das melhorias destas variáveis e não apenas como um mecanismo de aumento do dispêndio calórico.
Descrição: Doutoramento em Motricidade Humana na especialidade de Saúde e Condição Física
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/1262
Aparece nas colecções:BFMH - Teses de Doutoramento / Ph.D.Thesis
EXS - Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
palmeira, 2009, Preditores Piscossociais Exercicio Fisico e .pdf18,33 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.