Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/1238
Título: Pesquisa de cereulida em isolados do grupo Bacillus cereus
Autor: Alonso, Carlos Eduardo de Sousa
Orientador: Gonçalves, Carlos Augusto Barbosa da Penha
Ferreira, Marília Catarina Leal Fazeres
Palavras-chave: Bacillus cereus
Cereulida
PCR em tempo real
Toxinfecção alimentar
Bacillus cereus
Cereulide
Real time PCR
Food poisoning
Data de Defesa: 18-Nov-2008
Editora: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citação: Alonso. C.E.S. (2008). Pesquisa de cereulida em isolados do grupo Bacillus cereus. Dissertação de Mestrado, Universidade Técnica de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Resumo: O Bacillus cereus sensu stricto é um patogénio alimentar que tem adquirido uma importância crescente nos últimos anos. Sendo uma bactéria com distribuição ubiquitária na natureza pode contaminar várias matérias-primas e alimentos, o que associado à sua capacidade de formação de esporos resistentes a condições severas faz com que possa permanecer viável após a confecção dos alimentos. Este microrganismo é reconhecido desde o início do século XX como agente de toxinfecção alimentar devido à sua capacidade de causar um síndrome diarreico, mas actualmente sabe-se que este agente possui também a capacidade de causar um síndrome emético, associado a uma toxina termostável pré-formada nos alimentos: a cereulida. Pensa-se que a incidência de toxinfecção alimentar por B. cereus sensu stricto seja subestimada, uma vez que não é uma doença de declaração obrigatória e mimetiza outros agentes, contudo nos últimos anos têm sido descritos casos graves de toxinfecção alimentar causados por esta bactéria, com hospitalizações e mortes. O objectivo deste estudo foi pesquisar a presença do gene que codifica a cereulida sintetase numa amostragem de bactérias do grupo B. cereus isoladas de alimentos e de vários pontos do país. Foram encontradas por PCR em tempo real 7 estirpes positivas num total de 106: 3 estirpes alimentares e 4 ambientais, tendo as estirpes positivas sido confirmadas presuntivamente como sendo B. cereus sensu stricto. A detecção de estirpes portadoras do gene da cereulida sintetase vem demonstrar a possibilidade de toxinfecção alimentar por estirpes eméticas B. cereus sensu stricto em Portugal. Os dados deste estudo permitem propor a adopção do PCR em tempo real como metodologia de rotina para pesquisa de estirpes eméticas de B. cereus sensu stricto, já que esta é uma técnica fiável que permite uma rápida obtenção de resultados. Uma vez que esta técnica permite também a fácil distinção em relação ao Staphylococcus aureus pode contribuir para a elucidação sobre qual a verdadeira incidência de toxinfecção por estirpes eméticas de B. cereus sensu stricto.
ABSTRACT - Bacillus cereus sensu stricto is a food pathogen which has grown in importance over the last few years. As it is a bacterium with ubiquitary distribution in nature a it can contaminate a variety of processed and raw foods. Since it has the ability to produce spores resistant to extreme conditions, it remains viable through food processing. This microorganism has been recognized as a food pathogen since early in the XXth century for its ability to cause diarrheic syndrome, but it’s now know that it can also cause emetic syndrome, due to the production of a heat stable toxin in food: cereulide. The incidence of B. cereus sensu stricto food-poisoning is thought to be underestimated since it is not a reportable disease and mimetizes other food pathogens, but even so over the last few years severe cases have occasionally been reported involving hospitalization or even deaths. The objective of this study was to investigate the presence of the cereulide synthetase gene in a sample of 106 strains of bacteria of the B. cereus group isolated from different foods and from several spots in Portugal. Using real time PCR 7 positive strains were found: 3 strains from food and 4 environmental, which were presumptively confirmed as B. cereus sensu stricto. The detection of strains carrying the cereulide synthetase gene shows that there is a possibility of food poisoning by emetic strains of B. cereus sensu stricto in Portugal. The data from this study allows to propose real time PCR as a routine methodology for identification of emetic strains of B. cereus sensu stricto, since this is a reliable technique with quick results. As this technique allows easy distinction from Staphylococcus aureus it may contribute to determining the true incidence of the emetic type of food poisoning caused by B. cereus sensu stricto.
Descrição: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/1238
Aparece nas colecções:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Pesquisa de cereulida em isolados do grupo Bacillus cereus.pdf1,18 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.