Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/1137
Título: Characterization of mineral and trace elements of milk from indigenous portuguese goat milk: functional potentiality
Autor: Trancoso, Inês Maria Rebelo
Orientador: Roseiro, Maria Luísa Weinholtz
Martins, António Pedro Louro
Palavras-chave: goat milk
mineral elements
trace elements
Portugal
leite de cabra
raça autoctone
minerais
Data de Defesa: 2009
Resumo: In Portugal, goat milk is mainly used for traditional cheesemaking. However, goat milk does not yet have an “image” in this country, a better scientific knowledge related with its composition and health benefits being needed. The aim of the present study was to determine and compare the concentration of minerals and trace elements from the milk of indigenous Portuguese goat breeds and those of an exotic breed, and relate the results with their production system, nutritional and health benefits. Raw goat milk samples from Portuguese breeds (Serrana - two ecotypes: Transmontana and Ribatejana, Charnequeira, Serpentina , Algarvia) and from Saanen, were collected monthly at their local grazing sites during one lactation period. Major constituents, minerals and trace elements of goat milk were determined for all samples following validation and quality assurance programs. It was concluded that there was no significant differences for goat milk between the indigenous Portuguese breeds, but Serrana milk was distinct from the others, being also ecotype Transmontana significantly different from ecotype Ribatejana. Milk from the Portuguese breeds can be grouped in two main clusters: Serrana-Transmontana, Charnequeira and Serpentina, and Saanen, Algarvia and Serrana-Ribatejana. In general, the Portuguese goat milk is a good source of functional ingredients. - RESUMO - Em Portugal, o leite de cabra é maioritariamente utilizado para o fabrico de queijo e o consumidor não o vê com outra finalidade. Para tal, é necessário mais investigação sobre a composição e vantagens do leite de cabra para a saúde. O objectivo deste trabalho foi determinar e comparar as concentrações de sais e minerais do leite de raças caprinas autóctones e relacioná-las com o sistema produtivo, aspectos nutricionais e possíveis benefícios para a saúde. Durante um período de lactação foram recolhidas mensalmente amostras de leite crú das raças autoctones (Serrana – dois ecotipos: Transmontana e Ribatejana, Charnequeira, Serpentina e Algarvia) e de uma raça exótica (Saanen) nas respectivas áreas geográficas de produção. Determinou-se a composição global, minerais e elementos vestigiais por métodos validados e controlados com programas de garantia da qualidade. Concluiu-se que não há diferenças significativas entre o leite das diferentes raças, mas o leite da Serrana destacou-se das outras, sendo também o leite da Serrana-Transmontana significativamente diferente do leite da Serrana-Ribatejana. A análise de “Clusters” permitiu-nos agrupar as raças em dois grandes grupos: Serrana-Transmontana, Charnequeira e Serpentina num grupo, e Saanen, Algarvia e Serrana - Ribatejana noutro. No geral, o leite de cabra das raças autóctones é uma boa fonte de ingredientes funcionais.
Descrição: Mestrado em Engenharia Alimentar - Instituto Superior de Agronomia
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/1137
Aparece nas colecções:BISA - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TESE_Ines Maria_Trancoso_09[1].pdf976,19 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.