Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/10670
Título: Cuidados de saúde primários em Portugal
Autor: Miguel, Luís Silva
Orientador: Pinto, Carlos Gouveia
Palavras-chave: Economia da saúde
Eficiência
Análise envolvente de dados
Cuidados de saúde primários
Unidades de saúde familiar
Portugal
Health economics
Efficiency
Data envelopment analysis
Primary health care
Family health units
Data de Defesa: Jul-2013
Editora: Instituto Superior de Economia e Gestão
Citação: Miguel, Luís Silva (2013). " Os cuidados de saúde primários em Portugal". Tese de Doutoramento, Universidade Técnica de Lisboa. Instituto Superior de Economia e Gestão.
Resumo: 0 objetivo desta dissertação é avaliar a reforma dos cuidados de saúde primários iniciada em 2005. E apresentada uma evolução histórica, mostrando-se que esta reforma procurou solucionar problemas na acessibilidade, qualidade e continuidade dos cuidados atraves da implementação de urn novo modelo de gestão e remuneração dos profissionais. Como a reforma permitiu uma adesao voluntária, coexistem unidades prestadoras públicas a funcionar sob diferentes modelos. Assim, a análise do impacto da reforma pode ser realizada comparando a eficiencia dos dois tipos de unidades: as Unidades de Saude Familiar, que funcionam de acordo com o novo modelo, e as Unidades de Cuidados de Saude Personalizados, que se mantiveram no anterior modelo. A análise foi realizada utilizando o método de análise envolvente de dados, tendo sido utilizados testes não paramétricos que permitiram validar a escolha das variáveis, garantindo que obedecem aos pressupostos do método. Esta avaliação, realizada utilizando dados originais de 2011 referentes a região de Lisboa e Vale do Tejo, permitiu concluir que as Unidades de Saúde Familiar foram mais eficientes do ponto de vista tecnológico, técnico e económico. Foi também possivel mostrar que as diferenças se devem ao novo modelo e não às caracteristicas intrinsecas dos profissionais que a ele aderiram.
The aim of this dissertation is to evaluate the reform of primary health care launched in 2005. An historical perspective is presented, showing that this reform was implemented to overcome problems of accessibility, quality and continuity of care through the implementation of a new management model and remuneration scheme. As the reform allowed voluntary membership, there are public units providing primary health care operating under different models. Thus, the analysis of the impact of the reform can be accomplished by comparing the efficiency of the two types of units: Family Health Units, which operate according to the new model, and Personalized Healthcare Units, which remained on the previous model. The analysis was implemented using data envelopment analysis. Nonparametric tests were used to validate the choice of variables, ensuring that they satisfy the requirements of the method. This evaluation, conducted using original data of 2011 for the region of Lisbon and Tagus Valley, concluded that Family Health Units performed better in terms of technological, technical and economic efficiency. It was also possible to show that differences in efficiency are due to the new management model and remuneration scheme and not to the characteristics of professionals that moved to the new scheme.
Descrição: Doutoramento em Economia
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/10670
Aparece nas colecções:BISEG - Teses de Doutoramento / Ph.D. Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TD-LSM-2013.pdf2,17 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.