Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/10600
Título: Almoçageme
Outros títulos: Participação da comunidade na valorização do território
Autor: Carpinteiro, Inês Marques
Orientador: Costa, João Pedro Teixeira de Abreu
Palavras-chave: Identidade local
Comunidade participativa
Revitalização do espaço público
Mercado local
Local Identity
Participatory
Revitalization of public spaces
Local market
Data de Defesa: Ago-2015
Editora: Universidade de Lisboa. Faculdade de Arquitetura
Citação: Carpinteiro, Inês Marques - Almoçageme : participação da comunidade na valorização do território. - Lisboa : FAUL, 2015. Tese de Mestrado.
Resumo: O crescente interesse por parte de um número cada vez maior de indivíduos em retornar as paisagens agrícolas questiona com urgência a necessidade de repensar no conceito de ruralidade. A oportunidade gerou-se com as novas formas de o individuo viver em sociedade. A importância da participação dentro das comunidades apoiadas por sistemas cooperativistas e associativistas parece responder em força ao individualismo que segmentou a sociedade contemporânea. Os espaços públicos desvitalizados são cenários crescentes em Portugal e em todos eles existe uma história em comum, a comunidade perdeu uma identidade que valorizasse o seu território acabando por gerar um crescente desinteresse por uma realidade na qual já não se identificavam. Este trabalho propõe estratégias de desenvolvimento de comunidades rurais com base na revitalização de espaço rurais no território de Colares. A aldeia de Almoçageme foi a eleita para desenvolver mais profundamente o trabalho, não só por ainda hoje ser reconhecida pelos seus produtos agrícolas mas também por manter, com assiduidade, feiras de produtos locais. Optou-se por uma estratégia que integrasse a capitalização da identidade, abordando a importância do papel da agricultura, do comércio local e o potencial de uma imagem de marca qualificada. Propõem-se a revitalização das comunidades locais, a requalificação de espaços públicos de interesse comunitário e ainda a revalorização dos potenciais endógenos. A nível de desenho urbano e com base na estratégia adotada, desenvolveu-se com mais detalhe duas áreas: A requalificação do largo de Almoçageme, um espaço que ainda hoje é de um incalculável valor comunitário e a proposta do Mercado da Fonte que vêm suportar e impulsionar o comércio local que se desenrola nos dias de hoje sem qualquer infraestrutura de apoio.
ABSTRACT: The growing interest by an ongoing growing number of individuals at bringing back agricultural landscapes urgently raises the need to rethink the concept of rurality. This opportunity emerged due to the new ways of living in society by the individual. The major role at being involved within the communities, which are supported by cooperative and associative systems, seem to counter individualism that scarred the contemporary society. Lifeless public spaces, which is a recurring scenario at Portugal, they all share a common story; the fact that the community is losing its own identity, thus leading to a total apathy for a reality that is no longer their own. This paper illustrates development strategies towards rural communities based upon the revitalization process of rural spaces at Colares. The village of Almoçageme was the one elected for further development, not only because it is still recognized for its agricultural products but also because it continues to display exhibitions of its local products. The chosen strategy revolves around capitalization of the identity, approaching the important role of agriculture, local businesses and the potential of a qualified brand; it also focus the revitalization of local communities, rehabilitation of public spaces with community interest and also the revaluation of potential endogenous. On the urban design level and based upon the adopted strategy, two areas were developed with further detail: the rehabilitation of Almoçageme square, a space that is still considered of invaluable community value, and Mercado da Fonte proposal, that will ultimately support and boost local trade (which is being done, nowadays, without any kind of supporting infrastructures).
Descrição: Dissertação de Mestrado apresentada na Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa para obtenção do grau de Mestre em Arquitetura com a especialização em Urbanismo.
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/10600
Aparece nas colecções:BFA - Teses de Mestrado / Master Thesis
DCST - Teses de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Inês Carpinteiro_6644_Documento Defenitivo_paineis.pdf252,03 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.