Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/10566
Título: Doseamento do d-dímero como método de diagnóstico de tromboembolismo pulmonar em cães com dirofilariose cardíaca em Portugal
Autor: Ferreira, João Pedro Cordas
Orientador: Rodrigues, Sandra Botelho
Mestrinho, Lisa Alexandra Pereira
Palavras-chave: Dirofilariose cardiopulmonar canina
tromboembolismo pulmonar
d-dímero
Portugal
Canine heartworm disease
pulmonary thromboembolism
d-dimer
Data de Defesa: 26-Nov-2015
Editora: Universidade de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citação: Ferreira, J.P.C. (2015). Doseamento do d-dímero como método de diagnóstico de tromboembolismo pulmonar em cães com dirofilariose cardíaca em Portugal. Dissertação de mestrado. Universidade de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa
Resumo: O d-dímero é um produto que resulta da degradação de um coágulo de fibrina estabilizado. O aumento da sua concentração plasmática reflete um aumento no processo de fibrinólise e indiretamente na formação de coágulos. O presente estudo tem como objetivo analisar a utilidade do doseamento da concentração plasmática do d-dímero como método de avaliar a ocorrência de tromboembolismos em cães com dirofilariose, por Dirofilaria immitis, em diferentes estádios da doença. Este estudo incidiu numa amostra de 19 animais, diagnosticados com dirofilariose cardiopulmonar, provenientes da área de Setúbal, divididos em quatro grupos: 1 (n=3), 2 (n=5), 3 (n=6) e 4 (n=5) por ordem crescente de estadiamento. Foi comparado o valor das concentrações plasmáticas de d-dímero entre os variados grupos. Adicionalmente foi também analisada uma possível associação entre determinados sinais clínicos, ocorrência de complicações durante o tratamento da doença e os animais com valores elevados do d-dímero. Em relação ao doseamento do d-dímero entre os variados grupos, todos os grupos revelaram valores de média de d-dímero superiores ao valor de referência estipulado (<0,40 mg/dl). As médias foram de: 1,7633 mg/dl; 0,6140 mg/dl; 1,1450 mg/dl e 1,0740 mg/dl, por ordem crescente de estadiamento. Igualmente para esta ordem de estadiamento, a percentagem de animais com o valor aumentado de d-dímero foi de 100% (3/3), 60% (3/5), 66% (4/6) e 80% (4/5). Não foi encontrada nenhuma associação entre o valor da concentração de d-dímero obtido e os variados grupos (p=0,340). Também não foi encontrada relação entre um valor de d-dímero acima do normal e os variados sinais clínicos com interesse para a doença: presença de microfilarémia (p=0,338), presença de sinais cardíacos (p=0,120) como sopro cardíaco (p=0,363) ou cardiomegália (p=0,406), presença de sinais respiratórios (p=0,047) ou mesmo entre a combinação dos dois, animais com sinais respiratórios e também cardíacos (p=0,026). Da mesma forma, não foi encontrada associação entre um doseamento de d-dímero acima do normal e a presença de anemia (p=0,143), de trombocitopenia (p=0,699) ou de ambos os parâmetros em simultâneo (p=0,171). Também não ficou demonstrada a associação entre os valores elevados de d-dímeros iniciais e a ocorrência de complicações clínicas durante o tratamento (p=0,733). A utilização do doseamento do d-dímero apresenta neste estudo um resultado desfavorável, não tendo sido capaz de demonstrar a correlação entre os valores de d-dímero aumentados e a ocorrência de tromboembolismos nos vários estádios da doença.
ABSTRACT - The d-dimer is a product that results from the degradation of a stabilized fibrin clot. The increase of its plasma concentration reflects an increase in fibrinolysis process and indirectly in the formation of clots. This study aims to analyze the usefulness of the measurement of plasma concentration of d-dimer as a method to evaluate the occurrence of thromboembolism in dogs with heartworm disease in different stages of the disease. This study focused on a sample of 19 animals from the area of Setúbal, Portugal, divided into four groups: 1 (n = 3), 2 (n = 5), 3 (n = 6) and 4 (n = 5) based on the classification of the severity of the disease. It compared the value of the plasma concentrations of d-dimer among the various groups. Additionally it was also analyzed a possible association between some clinical signs, the presence of medical complications during the treatment of the disease and the number of animals that had concentrations of d-dimers above the normal limit. Regarding the determination of d-dimer, all groups showed average above the prescribed reference value (<0.40 mg / dl). The averages were: 1.7633 mg / dl; 0.6140 mg / dL; 1.1450 mg / dl and 1.0740 mg / dl, in ascending order of disease staging. Also for this staging order, the percentage of animals with an increased amount of d-dimer were 100% (3/3), 60% (3/5), 66% (4/6) and 80% (4/5), no significant association between the value of d-dimer concentration obtained and the various groups was found (p = 0.340). There was also no association between a d-dimer value above normal and the varied clinical signs relevant to the disease: presence of microfilaremia (p = 0.338), presence of cardiac signals (p = 0.120) such as heart murmur (p = 0.363) or cardiomegaly (p = 0.406), presence of respiratory signs (p = 0.047) or even in combination of respiratory and cardiac signs (p = 0.026). Likewise, we found no association between a d-dimer assay above normal and the presence of anemia (p = 0.143), thrombocytopenia (p = 0.699) or both parameters simultaneously (p = 0.171). Also, the present study did not find any association between a d-dimer assay above normal and the appearance of clinical complications during the treatment of the disease (p=0,733). The use of the d-dimer assay in this study presents an unfavorable outcome and has not been able to demonstrate the association between the increased d-dimer values and the occurrence of thromboembolism in the various stages of the disease.
Descrição: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/10566
Aparece nas colecções:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.