Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/10564
Título: Arquitectura de emergência
Outros títulos: Do abrigo temporário à habitação
Autor: Sousa, Raquel Alexandra Gomes
Orientador: Lima, António Pedro Assunção Nobre
Palavras-chave: Arquitetura de emergência
Modular
Flexibilidade
Campus
Abrigo
Transição
Emergency architecture
Modular
Flexibility
Campus
Shelter
Transition
Data de Defesa: Jul-2015
Editora: Universidade de Lisboa. Faculdade de Arquitetura
Citação: Sousa, Raquel Alexandra Gomes - Arquitectura de emergência : do abrigo temporário à habitação. - Lisboa : FAUL, 2015. Tese de Mestrado.
Resumo: No âmbito do Projeto Final de Mestrado, aborda-se a problemática que emerge da falta de abrigo primário sempre que ocorre uma catástrofe que destrua aglomerados habitacionais, expressando-se a necessidade de intervenção, por parte do arquiteto, nestas questões que têm vindo a repetir-se muitas vezes em grandes proporções, e afetam profundamente o Homem. As questões que acabam por fundamentar este trabalho incidem sobre o papel do arquiteto na resolução dos problemas relacionados com a passagem da transição para a permanência (exigências essenciais de abrigo, segurança e saúde) de populações cujo território é, ou foi, afetado por situações de catástrofes e a importância de desenvolvimento de um plano urbano que faça a transição do abrigo temporário, para o acolhimento dos protótipos modulares e flexíveis sedimentando e criando uma comunidade. Assume-se, assim, que a intervenção do arquiteto em alojamento, em situação de catástrofe, potencia condições de segurança e salubridade às populações. Assim, a fundamentação deste trabalho acaba por incidir numa investigação que propõe identificar locais, na Área Metropolitana de Lisboa e Concelhos Limítrofes, com capacidade de acolher a criação de um, ou vários, campus com o objetivo de restabelecer uma comunidade. Este campus será construído com o intuito de ser temporário e providenciar o essencial para a sobrevivência num espaço de tempo moderado.
ABSTRACT: Under the Final Draft of Master’s, deals with the problem that emerges from the primary homelessness whenever there is a catastrophe that destroys population dwellings, expressing the need for intervention on the part of the architect in these matters which have been repeated often in large larger portion and deeply affect the man. The issues that will substantiate this work focuses on the role of the architect in the resolution on problems related to the transition to the permanence (essential requirements of shelter, safety and health) of populations whose territory is, or has been, affected by disaster situations and the importance of developing an urban plan that makes the transition from temporary shelter, for the reception of modular and flexible prototypes sedimenting and creating a community. It is assumed that the intervention of the architect in accommodation in disaster situation power conditions of safety and wholesomeness of the populations. Thus, the rationale of this work turns out to relate to research that proposes to identify locations in Lisbon and possibly a wider area of the metropolitan area, with capacity to accommodate the creation of one, or several campus that will have the aim of re-establishing a community. This campus will be built to be a temporary and to provide the essential for survive within a moderate time.
Descrição: Dissertação de Mestrado para obtenção do Grau de Mestre em Arquitetura.
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/10564
Aparece nas colecções:BFA - Teses de Mestrado / Master Thesis
DPAUD - Tese de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Documento Final.pdf14,17 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.