Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/10553
Título: As instituições financeiras na economia : uma análise empírica do caso português
Autor: Ferreira, Laura Cristina Gastão
Orientador: Santos, Susana
Borges, Maria Rosa
Palavras-chave: Instituições Financeiras
Economia
Contas Nacionais Anuais Financeiras e Não Financeiras
VAR
Financial Institutions
Economy
Financial and Non-financial Accounts
Data de Defesa: 2012
Editora: Instituto Superior de Economia e Gestão
Citação: Ferreira, Laura Cristina Gastão (2012). "As instituições financeiras na economia : uma análise empírica do caso português". Dissertação de Mestrado, Universidade Técnica de Lisboa. Instituto Superior de Economia e Gestão.
Resumo: Esta investigação tem como intuito estudar o papel que as instituições financeiras desempenham na economia, analisando os principais agregados das Contas Nacionais Anuais Financeiras e Não Financeiras de Portugal entre 1995 e 2010. Analisando as Contas Nacionais Anuais Não Financeiras pode concluir-se que as instituições financeiras têm um papel importante para a poupança da economia portuguesa, tendo mesmo aumentado a sua contribuição nos anos mais recentes. Para além da poupança, as instituições financeiras têm também um papel relevante para a Necessidade/Capacidade Líquida de Financiamento e para a Variação do Património Líquido, tendo contrariado a tendência negativa da economia portuguesa dos últimos anos. Quanto às Contas Nacionais Anuais Financeiras, verifica-se que o setor institucional das Sociedades Financeiras é aquele que mais contribui para as transações financeiras da economia portuguesa, tanto ao nível das aplicações financeiras como das formas de financiamento, tendo uma influência determinante numa evolução positiva ou negativa das transações financeiras da Economia. Finalizando esta análise, foram construídas várias estimativas para o modelo VAR de forma a apurar a relação existente entre o investimento da economia e o crédito concedido pelas Sociedades Financeiras. Assim, conclui-se que esta relação é positiva e significativa, sendo que o crédito justifica grande parte do investimento da economia.
This research aims to study the role that financial institutions play in the economy, analyzing the main aggregates of the Financial and Non-financial Accounts from Portugal between 1995 and 2010. Analyzing Non-financial Accounts can be concluded that financial institutions play an important role in the savings of the Portuguese economy, and even increased its contribution in recent years. Besides savings, financial institutions also have a key role both in Net Lending/Borrowing Position and in Change of the Net Worth, having contradicted the negative trend of the Portuguese economy in the last years. As for the Financial Accounts, it appears that the institutional sector of Financial Corporations is the one that contributes the most for the financial transactions of the Portuguese economy, both in terms of financial applications such as forms of financing, having a decisive influence in a positive or negative evolution of the financial transactions in the Economy. Finalizing this investigation, various estimates have been constructed for the VAR model in order to determine the relationship between the investment in the economy and the credit issued by Financial Corporations. Thus, it can be concluded that this relationship is positive and significant, and that the credit largely justifies the investment in the economy.
Descrição: Mestrado em Finanças
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/10553
Aparece nas colecções:DG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis
BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM-LCGF-2012.pdf3,41 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.