Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/10548
Título: O papel dos fatores psicossociais e outros na saúde e bem-estar dos trabalhadores numa indústria cimenteira
Autor: Valério, Sandra Cristina Luzia
Orientador: Silva, Catarina Maria Gomes Duarte da
Palavras-chave: Fatores psicossociais de risco
Perceção de risco
Relação trabalho-saúde
Indústria cimenteira
Inquérito INSAT
Cultura de segurança
Condições de trabalho
Liderança
Sistema de gestão da segurança
Avaliação de ricos
Psychosocial risk factors
Perception of risk
Relationship between work and health
Cement industry
INSAT survey
Safety culture
Working conditions
Leadership
Safety management system
Risk assessment
Data de Defesa: 2015
Resumo: Os fatores psicossociais de risco são uma forte preocupação a nível europeu, por estarem na origem do aumento das queixas de saúde dos trabalhadores, com implicação na ocorrência de acidentes de trabalho. Neste enquadramento houve a necessidade de estudar esta temática. Propondo-nos nesta tese, analisar a relação existente entre as condições de trabalho e o estado de saúde e de bem-estar percecionados pelos trabalhadores. O trabalho foi desenvolvido em três fábricas de cimento Portuguesas, sendo a amostra constituída por 192 trabalhadores das áreas de fabricação e manutenção. Para a recolha de dados foi utilizado o inquérito INSAT. O tratamento dos dados recorreu a estatística descritiva, e a modelos de regressão para analisar a associação entre as condições de trabalho e a saúde e bem-estar. Os resultados mostraram que algumas características do trabalho, aspetos relacionais e temporais do trabalho são fatores que interferem negativamente na saúde dos trabalhadores. A implementação de uma cultura de segurança, com forte empenho dos líderes, constituirá uma forma de reduzir os efeitos destes fatores na saúde e quotidiano do trabalhador.
Psychosocial risk factors are a major concern at European level, being the source of the increase in health complaints by workers, with implications in potential work-related accidents. Against this background, there was a need to study this subject. We propose, in this thesis, an analysis the relationship between working conditions and health and wellness perceived by workers. The study was conducted in three Portuguese cement plants, with a sample of 192 workers in manufacturing and maintenance areas. For data collection, it was used the INSAT inquiry. To process the data, it was used descriptive statistics and regression models to examine the association between working conditions and health and wellness. The results showed that some features of the work - relational and temporal aspects of work - are factors that affect negatively the worker’s health. The implementation of a safety culture, with a strong commitment from the leaders, constitutes a mean to reduce the effects of these factors on the worker’s health and daily life.
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/10548
Designação: Mestrado em Ergonomia
Aparece nas colecções:BFMH - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese Mestrado - Sandra Valério.pdf1,23 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.