Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/10514
Título: O risco de alavancagem nas instituições financeiras
Autor: Fernandes, Lina Sofia Simões
Orientador: Bastardo, Carlos
Palavras-chave: Crise
Risco
Alavancagem
Instituições Financeiras
Crisis
Risk
Leverage
Financial Institutions
Data de Defesa: 2013
Editora: Instituto Superior de Economia e Gestão
Citação: Fernandes, Lina Sofia Simões (2013). "O risco de alavancagem nas instituições financeiras". Dissertação de Mestrado, Universidade de Lisboa. Instituto Superior de Economia e Gestão.
Resumo: A atual crise iniciada em 2007 traduziu-se na ausência generalizada de liquidez nos mercados financeiros culminando numa grave crise de crédito, que se alastrou à escala mundial. O período subsequente caracterizou-se por perdas avultadas no sector financeiro, com especial incidência nas instituições bancárias. O presente projeto de mestrado procura analisar o comportamento de uma amostra representativa de bancos, a exercer atividade em Portugal, Europa e EUA, no sentido de averiguar o impacto da crise do subprime na política de alavancagem destes. A análise realizada permitiu concluir que as instituições bancárias assumiram como prioridade, o cumprimento das novas exigências preconizadas em Basileia II. O período posterior a 2007 apresenta uma melhoria progressiva dos níveis de solvabilidade, através do reforço dos rácios de capital TIER 1 e Core TIER 1. O estudo evidencia igualmente uma maior autossuficiência de recursos próprios para concessão de crédito, face ao decréscimo gradual do indicador Loan-to-Deposits. Os dados apurados sugerem, simultaneamente, uma maior preparação dos EUA para o processo de recapitalização, quando comparados com a Europa e uma visível fragilidade dos bancos portugueses, face aos congéneres europeus. O estudo da evolução das notações de rating para a amostra analisada permite concluir que as agências de rating reagiram tardiamente à crise, ajustando as classificações em função dos efeitos nefastos da realidade económico-financeira a nível mundial, quando deveriam ter antecipado este fenómeno face à informação preferencial a que têm acesso.
The current crisis initiated in 2007 resulted in a general lack of liquidity in financial markets that culminated in a severe credit crisis, which spread worldwide. The following period was characterized by considerable losses in the financial sector, with a particular focus on banking institutions. This master's project analyzes the behavior of a representative sample of banks to develop its activity in Portugal, Europe and USA, in order to determine the impact of the subprime crisis in their political leverage. The analysis concluded that banks took priority, compliance with the new requirements proposed under Basel II. The period after 2007 shows a progressive improvement of solvency levels by strengthening Tier 1 and Core Tier 1 capital ratios. The study also shows greater self-sufficiency of own resources for lending, given the gradual decrease of the Loan-to-Deposits indicator. The data collected suggests both a greater preparation for the U.S. recapitalization process, when compared with Europe and a visible weakness of Portuguese banks, compared with European counterparts. The study of the evolution of the ratings for the sample analyzed shows that the rating agencies belatedly reacted to the crisis by adjusting the ratings due to the effects of adverse economic and financial reality in the world, when they should have anticipated this phenomenon given the information that have privileged access.
Descrição: Mestrado em Finanças
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/10514
Aparece nas colecções:DG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis
BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM-LSSF-2012.pdf756,48 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.