Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/10387
Título: Prevalência e análise filogenética de herpesvirus em cetáceos arrojados na costa Portuguesa e da Galiza
Autor: Canha, Ricardo Jorge dos Santos
Orientador: Ana Isabel Simões Pereira Duarte
Palavras-chave: Cetáceos
Herpesvirus
Prevalência
PCR
Análise filogenética
Cetaceans
Prevalence
Phylogenetic analysis
Data de Defesa: 16-Out-2015
Editora: Universidade de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citação: Canha, R.J.S. (2015). Prevalência e análise filogenética de herpesvirus em cetáceos arrojados na costa Portuguesa e da Galiza. Dissertação de mestrado. Universidade de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Resumo: Os cetáceos são mamíferos carismáticos da megafauna marinha sujeitos às pressões exercidas sobre o seu habitat, que se refletem no seu estado hígido, sendo por isso sentinelas das alterações do meio marinho. As doenças virais têm elevado impacto na dinâmica das populações selvagens de cetáceos, podendo ser responsáveis por inúmeras mortes. A infeção por herpesvirus, podendo causar doença severa, ou mesmo a morte, em animais debilitados, justifica o seu estudo na avaliação do estatuto sanitário em cetáceos selvagens. Para determinar a prevalência de herpesvirus e a diversidade viral em cetáceos arrojados na costa Portuguesa, foi efetuado um rastreio molecular a 92 animais, utilizando um sistema de pesquisa de panherpesvirus por PCR, tendo sido detetados dez animais positivos (10,87%). A análise estatística efetuada revelou que os cadáveres em bom estado de conservação revelaram maior probabilidade de serem positivos. A prevalência, neste grupo (21,1%), foi semelhante à encontrada noutras espécies animais. A análise filogenética revelou a presença de três alfaherpesvirus e dois gamaherpesvirus geneticamente distintos em circulação nas águas do Atlântico Norte. Um dos grupos dos gamaherpesvirus exibe um padrão específico de distribuição geográfica. A deteção de gamaherpesvirus em rim, pulmão e fígado é o primeiro registo de infeção por gamaherpesvirus nestes órgãos. A elevada identidade entre sequências nucleotídicas de Portugal e das Ilhas Canárias parece indicar a ocorrência de transmissão viral entre as populações de cetáceos destas duas regiões. O estudo dos herpesvirus em cetáceos selvagens revelou-se um método útil que pode ser usado como barómetro do seu estado sanitário e, consequentemente, das pressões exercidas sobre o ecossistema marinho.
ABSTRACT - Prevalence and phylogenetic analysis of herpesvirus in cetaceans stranded on the Portuguese coastline - Cetaceans are charismatic marine megafauna mammals affected by the pressures affecting their own habitat, with direct consequences on their health, making them sentinels of marine ecosystems’ changes. Viral diseases have high impact on wild cetaceans’ population dynamics and are responsible for countless deaths. Herpesvirus infections can cause severe illness, or even death, in debilitated animals, and should be considered when assessing wild cetaceans’ health status. To determine herpesvirus prevalence and viral diversity in cetaceans stranded in the Portuguese coastline, a molecular screening was carried out in 92 animals, using a panherpesvirus PCR system, with the identification of ten positive animals (10.87%). Statistical analysis revealed that cetaceans whose carcasses were found fresh were more likely to be positive. The prevalence in this group (21.1%) was similar to the prevalence found in other species. Phylogenetic analysis revealed that three alphaherpesvirus and two gamaherpesvirus occur in the waters of the North Atlantic Ocean and one gamaherpesvirus branch showed a specific geographic distribution pattern. Detection of gamaherpesvirus in the kidney, lung and liver samples is the first report of gamaherpesvirus infection in these organs. The high identity found between genetic sequences from Portugal and those from the Canary Islands suggests that there is viral exchange between cetacean populations of these two geographic regions. The study of cetacean herpesvirus proved to be a useful method that can be used as a barometer of wild cetaceans’ health status, mirroring the exerted pressures on the underlying marine ecosystem.
Descrição: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/10387
Aparece nas colecções:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Prevalência e análise filogenética de herpesvirus em cetáceos arrojados na costa Portuguesa e da Galiza.pdf2,84 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.