Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/10358
Título: A influência das diferentes apresentações físicas e químicas do leite como diluidor de sémen equino
Autor: Mariano, Maria de Vasconcelos Meneses Chambel
Orientador: Mattos, Rodrigo Costa
Dias, Graça Maria Leitão Ferreira
Palavras-chave: Garanhão
Sémen
Refrigeração
Diluidor
Leite magro
Stallion
Semen
Cooling
Extender
Skim milk
Data de Defesa: 19-Nov-2015
Editora: Universidade de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Citação: Mariano, M.V.M.C. (2015). A influência das diferentes apresentações físicas e químicas do leite como diluidor de sémen equino. Dissertação de mestrado. Universidade de Lisboa, Faculdade de Medicina Veterinária, Lisboa.
Resumo: O estudo foi conduzido com o objectivo de comparar o efeito da diluição do sémen equino em diferentes tipos de leite comercial (de composição e apresentação física distintas), na motilidade, velocidade e integridade da membrana às 0h e 24h de refrigeração. O estudo foi dividido em 2 partes. Da primeira faziam parte os diluidores: Leite UHT magro, em estado líquido ou préviamente congelado, leite em pó magro, leite em pó magro aditivado com cálcio e vitaminas A e D. Na segunda parte do estudo foi adicionado ao grupo de diluidores o leite UHT magro (líquido) sem lactose aditivado com cálcio e vitaminas D, K e C. Foram realizados testes de viabilidade, com testes de motilidade/ velocidade espermática recorrendo ao CASA (computer assisted sperm analysis) para os parametros MT (motilidade total), MP (motilidade progressiva), VCL (velocidade curvilínea), VSL (velocidade em linha reta), VAP (velocidade média do trajeto), e integridade da membrana com um microscópio de fluorencência utilizando como corantes o CFDA (diacetato de carboxifluoresceína) e PI (iodeto de propídio). Analisaram-se 19 ejaculados de 4 garanhões em regime de colheita frequente. Os ejaculados foram diluidos com os diferentes tipos de leite perfazendo uma concentração final de 50 x 106 espz/mL, uma amostra de cada ejaculado foi analisada logo após a diluição, e metade das amostras foram imediatamente armazenadas a 4ºC para posterior avaliação às 24h. Não foram encontradas diferenças significativas em nenhuma altura do estudo para os parâmetros de motilidade e integridade da membrana. As diferenças significativas observaram-se para os parâmetros VCL e VAP entre o Leite UHT congelado vs leite em pó aditivado (na primeira parte do estudo às 0h) (p< 0.05); e entre o leite UHT congelado vs leite em pó aditivado para os parâmetros VCL, VSL e VAP (p< 0.05) e ainda entre o leite UHT sem lactose vs leite em pó aditivado para o VCL (p< 0.05) (na segunda parte do estudo às 0h). A fim de evitar desperdícios, o leite UHT pode efetivamente ser congelado após a sua abertura sem prejuízo futuro na qualidade do sémen. Os leites aditivados com cálcio não resultaram num prejuízo significativo na qualidade do sémen comparando com os restantes diluidores. Apesar do leite sem lactose ter uma tendência, ainda que não seja significativa, para mostrar resultados ligeiramente superiores aos restantes, a opção por este leite não se justifica comparado com o leite UHT magro comum, que apresenta um preço de mercado inferior. Concluindo, qualquer um dos leites usados neste estudo poderá ser utlizado como diluidor de sémen equino até 24h de refrigeração a 4ºC.
ABSTRACT - The influence of different physical and chemical presentations of milk as equine semen extender - The present study was conducted with the aim of comparing the effect of the dilution of equine semen with different commercial milks (of different composition and physical presentation) on motility, velocity and membrane integrity at 0h and 24h of cooling storage. The study was divided into 2 parts. In the first the following milks were included as extenders: UHT skim milk, liquid or previously frozen, nonfat dry milk, or nonfat dry milk added with calcium and vitamins A and D. In the second part of the study UHT skim milk (liquid) lactose free added with calcium and vitamins D, K and C was added to the group of extenders. Viability tests were conducted using motility/ velocity sperm tests resorting to CASA (computer assisted sperm analysis) for TM (total motility), PM (progressive motility), VCL (curvilinear velocity), VSL (straight line velocity), VAP (average path velocity) and membrane integrity with a fluorescence microscope using as dyes CFDA (carboxyfluorescein diacetate) and IP (propidium iodide). The analysis were made of 19 ejaculates from four stallions in frequent collection regime. The samples were diluted with the different types of milk making a final concentration of 50 x 106 spz / mL, a sample of each was analyzed just after dilution, and half of the samples were immediately stored at 4ºC for evaluation after 24h. No significant differences were found in any time of the study for the parameters of motility and membrane integrity. Statistically significant differences were observed for VCL and VAP parameters between the frozen UHT milk vs nonfat dry milk with additives (p <0.05) (in the first part of the study at 0h); and between the frozen UHT milk vs nonfat dry milk with additives to the parameters VCL, VSL and VAP (p <0.05) and also between lactose free UHT milk vs nonfat dry milk with additives for VCL (p <0.05) (in the second part of the study at 0h). In order to avoid wastage, UHT milk can effectively be frozen after opening without a future impairment in semen quality. Milks with calcium additives did not result in deleterious effect on semen quality compared to the other extenders. Despite the lactose free milk have a tendency to show, even though not significant, slightly better results, the presence of this milk is not justified compared to common skim UHT milk, which has a lower market price. In conclusion, all milks used in this study can be used as equine semen extenders in refrigeration at 4ºC up to 24h.
Descrição: Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/10358
Aparece nas colecções:BFMV - Teses de Mestrado 2º. Ciclo

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
A INFLUÊNCIA DAS DIFERENTES APRESENTAÇÕES FÍSICAS E QUÍMICAS DO LEITE COMO DILUIDOR DE SÉMEN EQUINO.pdf1,23 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.