Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/10316
Título: A crise da dívida soberana portuguesa lida através dos spreads dos CDS da dívida portuguesa e dos CDS da dívida alemã
Autor: Dias, Tânia Filipa Teodoro
Orientador: Abreu, Margarida
Palavras-chave: credit default swaps (CDS)
mercado dos CDS
spreads dos CDS
dívida pública portuguesa
CDS market
portuguese sovereign CDS spreads
Data de Defesa: 2012
Editora: Instituto Superior de Economia e Gestão
Citação: Dias, Tânia Filipa Teodoro (2012). "A crise da dívida soberana portuguesa lida através dos spreads dos CDS da dívida portuguesa e dos CDS da dívida alemã". Dissertação de Mestrado, Universidade Técnica de Lisboa. Instituto Superior de Economia e Gestão.
Resumo: O objetivo deste Trabalho Final de Mestrado consiste em responder à questão: O que é que explica os spreads dos CDS (credit default swaps) da dívida pública portuguesa, naquilo em que esta se distingue da dívida pública alemã? Para tal foram escolhidas diversas variáveis divididas em dois grupos (variáveis representativas da situação conjuntural da economia e variáveis financeiras, relacionadas com o mercado de capitais), três maturidades (1, 5 e 10 anos) e três períodos (agosto de 2005 a fevereiro de 2008, março de 2008 a julho de 2010 e agosto de 2010 a março de 2012). O estudo econométrico desenvolvido permitiu retirar diversas conclusões importantes. A variável spreads dos títulos de dívida pública apresenta significância em quase todas as regressões e um impacto positivo. Os níveis de dívida pública são também uma determinante dos spreads significativo, cujo efeito positivo apresenta mais relevância nos spreads a 1 ano. A taxa de câmbio tem um efeito negativo, com mais relevância nos spreads a 1 e 5 anos. A taxa de crescimento real, com o seu impacto negativo, é mais importante para os períodos total e II, e para os spreads a 1 ano. Os fatores relacionados com o setor externo têm um efeito negativo e são significativos apenas para os spreads a 1 ano, e o PIB per capita aumenta o risco de incumprimento para os spreads a 5 e 10 anos.
The purpose of this final assignment is to answer the question: What explains the CDS (credit default swaps) spreads of Portuguese government debt, as this differs from the German public debt? We were chosen for such diverse variables divided into two groups (variables representing the economic situation of the economy and financial variables related to stock market), three maturities (1, 5 and 10 years) and three periods (august 2005 to february 2008, march 2008 to july 2010 and august 2010 to march 2012). The econometric study developed allowed several important conclusions. The variable spread of Portuguese government bonds has significance in almost all regressions and has a positive impact. The levels of public debt are also a significant determinant of spreads, whose positive effect has more relevance for spreads at 1 year. The exchange rate has a negative effect, with more relevance in spreads at 1 and 5 years. The real growth rate, with its negative impact, it is more important to total and II periods, and to spreads at 1 year. The factors related to the external sector have a negative effect and are significant only for spreads at 1 year, and GDP per capita increased default risk for spreads at 5 and 10 years.
Descrição: Mestrado em Finanças
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/10316
Aparece nas colecções:DG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis
BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM-TFTD-2012.pdf847,05 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.