Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/1023
Título: Margem financeira sustentável em Portugal
Autor: Costa, José Manuel Piriquito
Orientador: Neves, João Carvalho das
Palavras-chave: margem financeira
margem financeira sustentável
modelo explicativo da margem financeira
determinantes da margem financeira
análise da margem financeira
margem de intermediação financeira
net interest margin
sustainable net interest margin
model explaining the net interest margin
analysis of net interest margin
net interest spread
Data de Defesa: 1998
Editora: Instituto Superior de Economia e Gestão
Citação: Costa, José Manuel Piriquito. 1998. "Margem financeira sustentável em Portugal". Dissertação de Mestrado. Universidade Técnica de Lisboa. Instituto Superior de Economia e Gestão
Resumo: A margem financeira é a principal origem de proveitos das instituição de crédito e constitui a forma mais directa de remuneração dos serviços de intermediação financeira. O valor médio dessa margem tem variado bastante em Portugal desde meados da última década. Ao mesmo tempo têm ocorrido alterações na regulamentação e no ambiente competitivo com a entrada de novos concorrentes, aumentando a heterogeneidade dos bancos que actuam no mercado, quer em dimensão, quer quanto às estruturas usadas, uns dispondo de redes de retalho e outros exercendo os seus negócios exclusivamente a partir de estabelecimentos centrais. Este trabalho analisa a evolução da margem financeira e dos custos da actividade por segmentos de bancos. O agrupamento dos bancos em segmentos é feito em função de terem ou não redes de retalho e, em caso afirmativo, da dimensão das redes, distinguindo também entre bancos nacionais e de capital estrangeiro. O trabalho testa a significância estatística das diferenças entre segmentos, desenvolve um modelo de regressão linear múltipla explicativo da margem financeira com base na quantidade e antiguidade dos balcões dos bancos e em indicadores da natureza dos activos e das origens dos recursos financeiros, concluíndo que, de entre essas hipóteses, as variáveis relativas às origens dos recursos são as que melhor explicam as variações da margem financeira. É também desenvolvido um modelo de sustentabilidade da margem financeira baseado no princípio da suficiência da sua contribuição para a remuneração adequada dos factores produtivos. Os dados usados são relativos ao período de 1985 a 1996 e foram retirados de uma amostra de bancos portugueses, variável de ano para ano entre 86% e 100% do universo.
The net interest margin is the main source of gain for banks and is the most direct form of remuneration from financial intermediate services. The average value of this margin has fluctuated considerably in Portugal since the mid eighties. At the same time regulations have been altered and competition has changed as new competitors have appeared on the scene. A wide variety of banks differing in scale and structure now operate on the market, some operating through retail networks and others carrying out their business solely through central agencies. This study analyses net interest margins and operating costs according to segments of banks. Banks are grouped into segments according to whether they have retail networks or not, and if they do, depending on the size of the networks. A distinction is also made between national banks and those with foreign capital. The study tests the statistical significance of the differences between segments, develops a model for a multiple linear regression to explain the interest margin based on the number and age of bank outlets and on indicators showing the type of assets and the source of financial resources. The conclusion is that of these possibilities variables referring to the origins of resources are the ones that best explain variations in the net interest margin. A model for sustaining the net interest margin is also developed based on the principle of the sufficiency of its contribution to the adequate remuneration of productive factors. The data used in the analysis and for the models refers to the period from 1985 to 1996 and was taken from a cross-section of Portuguese banks, representation of which varies from year to year between 86% and 100% from the number of banks.
Descrição: Mestrado em Gestão/MBA
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/1023
Aparece nas colecções:BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis
DG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese Mestrado.pdf2,61 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.