Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.5/10194
Título: Expansão do sector oleícola e os factores críticos de sucesso segmento gourmet nas estratégias de internacionalização das empresas Portuguesas
Autor: Roque, Sofia Mastbaum Aresta Branco
Orientador: Ilhéu, Maria Fernanda
Palavras-chave: Azeite
Gourmet
Internacionalização
Marketing-mix
Factores Críticos de sucesso
Olive Oil
Internationalization
Internationalization
Critical Success Factors
Data de Defesa: 2011
Editora: Instituto Superior de Economia e Gestão
Citação: Roque, Sofia Mastbaum Aresta Branco (2011). "Expansão do sector oleícola e os factores críticos de sucesso segmento gourmet nas estratégias de internacionalização das empresas Portuguesas". Dissertação de Mestrado, Universidade de Lisboa. Instituto Superior de Economia e Gestão.
Resumo: Após o acentuado decréscimo na produção de azeite verificado nas décadas de 60 a 80, é notório que os últimos anos têm sido de recuperação em Portugal: nos últimos 5 anos a produção nacional anual tem demonstrado um crescimento de 50%. Num país como Portugal, em que o mercado interno é de apenas 10 milhões de consumidores, a exportação surge como uma via de sentido obrigatório indispensável para o crescimento económico. Neste sentido, apesar de os países do mediterrâneo serem os principais consumidores de azeite, esta tendência tem vindo a expandir-se e existem oportunidades significativas em novas partes do mundo como sudeste da Ásia, China e países da América Latina. Para tal, uma das estratégias que tem vindo a ser adoptada pelas empresas Portuguesas é a introdução do segmento gourmet, que sendo um posicionamento diferente tem inúmeras características de marketing que vão para além da qualidade do produto e que precisam de ser analisadas e trabalhadas. Ter o produto certo não é suficiente, é necessário dá-lo a conhecer. Assim, o presente estudo vem analisar as estratégias que as empresas portuguesas de azeite utilizam na exportação deste novo segmento.
After the significant decrease in the production of Olive Oil that was observed in the 60's and the 80's, it's visible that the last years have been of recovery for Portugal: in the last 5 years the annual national production report shows that there's a growth of 50%. In a country like Portugal, in which the internal market is just about 10 million consumers, exportation urges as a way that must be followed for economical growth. In this sense, although Mediterranic countries represent the main consumers of Olive Oil, this tendency is expanding to significant opportunities in new regions of the world such as Southeast Asia, China and South America countries. To do that, one of the strategies that is being used by Portuguese companies, is the introduction of the Gourmet segment. Having a different positioning, this segment has several specific marketing characteristics that needs to be addressed, analyzed and worked out. Have the right product is not enough, it?s necessary to give it to know. This way, these studies analyze strategies of internationalization of Olive oil Portuguese companies, for this segment.
Descrição: Mestrado em Marketing
URI: http://hdl.handle.net/10400.5/10194
Aparece nas colecções:DG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis
BISEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM-SMABR-2011.pdf1,03 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.